terça-feira - 04 / 11 / 2008

Emuladores no Linux – parte 6 – GFCE Ultra

Quem era criança (ou até mesmo adulto) nos anos 80 e início dos anos 90 e gostava de games, certamente deve se lembrar do NES (Nintendo Entertainment System) ou Nintendinho como ficou conhecido. Um video-game produzido pela Nintendo que ficou famoso graças aos seus jogos bem sucedidos e divertidos. Aquela era uma época em que os gráficos eram uma das coisas com menor importância num game. O importante mesmo era a diversão, coisa que existia aos montes nos jogos do Nintendinho (é claro que também haviam jogos ruins).

Alguns desses jogos como Megaman, Castlevania, Contra e Super Mario me renderam bons momentos de diversão, por isso mesmo resolvi falar um pouco do GFCE Ultra, um emulador de Nintendinho que roda praticamente todos esses e outros jogos daquela época tão divertida.

O GFCE Ultra na verdade é um front-end em GTK para o FCE Ultra, que por sua vez roda em linha de comando, assim, é necessário instalar ambos. Mãos à obra:

Como de costume, quem usa o Ubuntu (meu caso) pode instalar o emulador através do apt-get com o comando $ sudo apt-get install fceu gfceu, ou através do Synaptic, procurando por gfceu. Há ainda um pacote chamado fceu-server que permite que você jogue online com um amigo.

Quem usa outra distro e não consegue encontrar o pacote para a mesma, ou simplesmente prefere compilar o emulador, deve fazer o seguinte:

Baixe o emulador (FCE Ultra) nesse link

Nota: Essa é a versão 0.98, a mesma instalada a partir do apt-get, existe outra versão no site, mas tive problemas com sua instalação (explico à frente), por isso estou indicando essa.

Depois de baixar e descompactar, acesse a pasta criada e use os comandos:

./configure
make
make install (como root)

Se tudo correr bem, o emulador estará instalado e pode ser usado, para isso, no terminal use o comando fceu nome_do_jogo.zip.

As dependências do emulador são:

libc6
SDL
zlib

Apesar de podermos rodar o emulador no terminal, vamos instalar um front-end para o mesmo. Para isso, baixe o GFCE Ultra nesse link

Para instalar, descompacte o arquivo, acesse a pasta e use, como root, o comando # ./setup.py install

As dependências do GFCE Ultra são:

python
python-glade
python-gtk
python-suport

Para jogar online, baixe o fceu-server nesse link, descompacte, acesse a pasta e use os comandos make e make install (como root)

Depois disso tudo, hora de jogar. Para abrir o emulador, acesse, no gnome, o menu aplicativos > Jogos >GFCE Ultra, ou no terminal, use o comando $ gfceu

Essa é a janela principal do emulador:

  • Em "Main" informe onde está a sua rom e ative o som
  • Em "input", configure os controles, caso tenha um gamepad, basta pressionar os botões quando for solicitado (duas vezes para cada botão);
  • Em "vídeo" você pode ativar o OpenGl e o fullscreen (também pode ser acessado com as teclas alt+enter);
  • Em "Advanced" você pode passar parâmetros extras para o emulador, para ver a lista completa, no terminal use o comando "fceu" (sem aspas);
  • Em "Network" você pode hospedar ou acessar jogos online via IP

Alguns jogos:

O "garoto azul" em MegaMan 3

Contra

Tiger Heli
Agora é só baixar umas rons e matar as saudades!

Nota: Existe outra versão do emulador que acompanha o front-end (2.0.3) em http://fceux.com/web/htdocs/download.php. Para compilar essa versão é necessário ter o "scons".

Basta baixar, descompactar, acessar a pasta fceu e usar, como root, o comando # scons install para instalar o emulador. Em seguida, acesse a pasta gfceux e use, ainda como root, o comando # ./setup.py install para instalar.

Para abrir essa nova versão, use no terminal o comando "gfceux"

Trata-se de uma versão mais nova do emulador, mas tive problemas com os controles, eles sequer funcionavam, mesmo depois de configurados corretamente. Por isso indiquei a versão mais antiga. Se descobrir como contornar isso, informo aqui.

Referências:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Nintendo_Entertainment_System
http://sourceforge.net/projects/fceultra
http://freshmeat.net/projects/fceultra/
http://fceux.com/web/htdocs/download.php
http://dietschnitzel.com/gfceu/

Emuladores no Linux Parte 5

2 Comments to “Emuladores no Linux – parte 6 – GFCE Ultra”

  1. Rafael F R disse:

    Antes de mais nada, parabens pelo blog.

    Li um relato seu, onde vc disse que funcionou o celular w230 no ubuntu.

    (link http://ubuntudicas.blogspot.com/2008/06/celuares-compatveis-com-ubuntu.html)

    Voce jah conseguiu usa-lo no intrepid?

    No dia em que li esse post, eu havia acabado de comprar o celular e, na epoca, usando o hardy. Fiz o teste, e funcionava td certo.

    Agora, com o intrepid instalado, fui testar, e nada. Erros e mais erros nos logs. Tento entao de novo, na instalacao do hardy que deixei, e nada!

    Me diga, como anda por ai?

    Ass Rafael

  2. Diggão disse:

    Bom dia Rafael! Obrigado pela visita

    Em relação ao celular, sim, ele funciona perfeitamente bem no Intrepid. Ele é reconhecido com "dispositivo de armazenamento" ou algo do gênero.

    Entretanto, algo que notei (desde o relato no Ubuntu dicas), é que o celular aparentemente só funciona corretamente em portas USB 2.0.

    No meu caso, quando conecto o celular nas portas frontais da minha máquina (1.0), recebo mensagens de erro no display. O mesmo acontece no computador do trabalho, onde o celular só funciona nos conectores USB traseiros, o estranho nesse caso é que os frontais são 2.0 também, mas como só usamos windows no trabalho fico imaginando se não seria coisa do sistema também.

    Enfim, o w230 funcionou perfeitamente bem na minha máquina, tanto no Hardy quanto no Intrepid.

Deixe um comentário

Campos marcados com * são obrigatórios Você pode usar essas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree

Translate