sábado - 20 / 09 / 2008

Claro 3G: modem E226 no Ubuntu e várias formas de se conectar

Salve pessoal!

Um dos piores problemas que enfrentei ao longo do tempo como usuário do linux foi a conexão coma internet, mais precisamente a configuração do modem (muitos não são compatíveis) e a falta de oferta de banda larga no local onde moro. Vou explicar: a oferta de banda larga aqui onde moro vai do "nada" ao "pode esquecer", pois a nossa querida operadora de telefonia não se interessa muito pela zona oeste do Rio de Janeiro, assim como as empresas de tv à cabo que nessa região fazem o uso de antenas. Dessa forma eu achei que ficaria pro resto da vida fadado ao uso da internet discada, que além de lenta, mantém ocupado o telefone. Felizmente, com a chegada do 3G da Claro, pude acessar a internet em velocidades bem maiores que 56 Kbps (se bem que às vezes a conexão fica uma boa porcaria). Como não podia ser diferente, passei por alguns problemas relacionados à configurações no modem da Claro, mais precisamente o modelo E226 da Huawei (até então, nunca havia ouvido falar em Huawei). É claro que depois de alguma ajuda, finalmente consegui configurar o modem e de lá pra cá tudo tem funcionado na medida do possível.

Vamos ao que interessa, o que vou mostrar aqui, é como configurar alguns dos principais discadores e utilitários para conectar o Ubuntu ao mundo, não testei em outras distros, pois no momento só tenho o Ubuntu instalado aqui, mas creio que deva funcionar. Mãos à obra:

Lembrando: Essas dicas servem tanto para o Ubuntu Hardy Heron (8.04) quanto para o Intrepid Ibex (8.10), sendo que nesse último existe ainda outra opção que pode ser conferida nesse post.

Usando o pppconfig:

Essa foi a primeira forma que usei para me conectar, até então, já havia tentado o gnome-ppp e o kppp sem sucesso, até que o Welington (valeu mesmo) me deu as dicas de como fazê-lo:

Em um terminal, digite sudo pppconfig;
Selecione: Criar uma nova conexão, tecle enter;
Digite o nome da conexão, ou deixe assim mesmo;
Na janele seguinte é solicitada as conigurações de DNS, selecione estático para configurar os DNS's ou dinâmico, para deixar que os mesmos sejam configurados automaticamente.
Se selecionou estático, você deverá informar os DNS's primário e secundário, antes de informar o método de autenticação, se selecionou dinamico, na proxima janela, será solicitado o método de autenticação, nessa janela, selecione PAP e siga adiante;
Hora de informar usuário e senha, informe para ambos claro e claro
Em seguida, deve informar a velocidade (eu deixei do jeito que estava);
No método de discagem, escolha tom
Em seguida, para número de telefone, informe o número *99***1#
10º Em método de configuração do modem, escolha NO, para configurar manualmente;
11º Informe o local onde se encontra o modem, normalmente /dev/ttyUSB0;
12º Por fim, será apresentada uma lista com as configurações, selecione salvar;
13º Para conectar, se você não mudou o nome da conexão no 3º passo, basta digitar no terminal "sudo pon" (sem aspas), para desconectar, digite blog do Welington

Usando o gnome-ppp:

Depois de utilizar o pppconfig por um tempo resolvi tentar novamente o gnome-ppp, que pra minha surpresa, dessa vez funcionou. Vamos lá:

Abra o gnome-ppp e clique em configurações, na aba modem, clique em localizar detectar, caso o modem não seja localizado, informe manualmente /dev/ttyUSB0, como na imagem abaixo:


Na aba rede, deixe marcada a opção IP dinâmico e se preferir, pode deixar DNS automático ou manual, nesse caso deverá informar os DNS's:

Vou informar aqui os números do OpenDNS, que são os que funcionam melhor:

Primário: 208.67.222.222
Secundário:
208.67.220.220


Na aba Opções, marque a opção Ignorar sequencia de terminal (modo burro). No meu caso, quando deixava desmarcado, simplesmente não conectava.


Feito isso, clique em fechar. De volta à janela principal do gnome-ppp, informe o nome de usuário e senha, "claro" para ambos e informe também o número para conexão, *99***1#


Agora, basta clicar em conectar e partir pro abraço.

Usando o kppp:

O kppp é um discador próprio do kde, por esse motivo, não recomendo que seja instalado no gnome, uma vez que será necessário instalar mais um monte de dependências, em todo caso, fica a dica pro caso de alguém utilizar o Kubuntu, ou outro linux com o Kde:

Abra o kppp e em sua janela principal clique em configurar, na aba modems, dê um nome ao modem e informe o local onde ele está: /dev/ttyUSB0

Feito isso, clique em ok.

Na aba contas (Accounts), clique em new e selecione configuração manual:

Na janela que se abre, informe um nome para a conexão (pode ser qualquer nome) e em número de telefone, clique em adicionar, em seguida, informe o número *99***1#, na aba DNS, pode ser escolhido entre automatico e manual, por padrão, o kppp utiliza DNS automático.

Faça as devidas alterações e clique em ok.
De volta à janela principal do kppp, informe usuário e senha, "claro" para ambos e clique em conectar.


Usando o Vodafone Mobile Connect

Esse, do meu ponto de vista, é um programa dos mais interessantes no que diz respeito à conectividade 3G no linux, uma vez que apresenta as mesmas funcionalidades do programa utilizado no Windows para conexão do modem E226, o Mobile Partner. Dentre as funcionalidades, posso citar o envio de torpedos e a possibilidade de alternar entre as redes 3G e 2G, coisa que até agora só consegui fazer no linux utilizando esse programa.

Vamos ao que interessa: o Vodafone Mobile Connect pode ser encontrado no link
https://forge.betavine.net/frs/?group_id=12&release_id=116

Usando o Ubuntu, dê preferência às versões no formato .deb (é claro), para instalar, basta baixar e clicar duas vezes para utilizar o instalador gráfico ou através do terminal, com o comando dpkg -i nome_do_pacote.deb.

Na primeira vez que rodar o programa, será detectado o seu modem (o meu aparece como E270) e será solicitado a criação de um perfil, como no exemplo abaixo.

Em perfil, informe um nome (qualquer nome), em nome do usuário (utilizador, isso é português de Portugal) informe claro e em senha (palavra-passe), informe claro também, em APN (Access Point Name) informe bandalarga.claro.com.br ou utilize a APN antiga claro.com.br e clique em ok.

Se quiser alternar entre o 3G e o 2G, basta ir em Ferramentas > Perfis > Editar perfil, e escolher entre um e outro. No meu caso, a rede só é alterada depois da 3ª tentativa, ou seja, tenho que tentar trocar do 2G para o 3G 2 vezes antes de conseguir, mas como tem horas em que o 2G está melhor que o 3G, vale a pena. Em todo caso, só utilizo o Mobile Connect para fazer a troca entre as redes, fechando ele em seguida e utilizando o gnome-ppp para conectar (acho que o Mobile Connect demora muito pra conectar).

Antes de mais nada, devo informar que nem todas as versões funcionaram comigo, das quatro que baixei, apenas a 1.99.17 funcionou corretamente, todas as demais apresentavam algum problema. Fica aí a dica, se não der certo com uma versão, tente outra.

Usando o Network Manager

Esse é um utilitário que já vem com o sistema, entretanto, não fui muito com a cara dele, mesmo assim vamos ver como configurar:

No Ubuntu, abra o Network Manager, aquele icone de dois computadores ao lado do relógio, ou vá em Sistema > Administração > Rede.

Para começar, você deve clicar em "desbloquear" e informar a sua senha.


Selecione a opção "Conexão ponto-a-ponto" e clique em propriedades

Na aba geral, informe o tipo de conexão (modem serial), nome de usuário e senha (claro para ambos) e o número de discagem (*99***1#).


Na aba modem, informe o local onde o modem está /dev/ttyUSB0


Na aba opções, marque as três opções e em seguida, clique em ok

De volta à janela principal, marque a caixa ao lado do tipo de conexão, para ativar a mesma:


Nota:caso você possua uma placa de rede, a mesma também aparecerá no Network Manager, como não possuo, apenas o modem aparece nas imagens.

Nota 2: Uma vez feita a configuração através do Network Manager, será estabelecida a conexão antes mesmo que você faça o seu login no sistema.

Nota 3: Caso tenha problemas relacionados a navegação, do tipo "conecta mas não navega", verifique se o Firefox não se encontra em "modo offline" no menu arquivo. Outro problema (especialmente no Intrepid Ibex) pode estar relacionado ao DNS, nesse caso, leia a solução no final desse outro post.

Para terminar…

Dentre todas os meios de se estabelecer uma conexão através do modem E226, confesso que fiquei com o gnome-ppp, mais por uma questão de costume, se fosse no kde, com certeza teria usado o kppp.

Faltou falar um pouco sobre o wvdial, entretanto, deixei esse de fora uma vez que o gnome-ppp faz uso do mesmo.

Além disso, pode ser que um ou outro meio de se estabelecer um conexão tenha ficado de fora, caso lembre de algum ou descubra outro, informo aqui depois.

Obrigado

6 Comments to “Claro 3G: modem E226 no Ubuntu e várias formas de se conectar”

  1. Leonardo Barros disse:

    Boas alternativas de conexão. Gostei dos passo a passos.

  2. Rodrigo disse:

    Obrigado!

    Fico feliz que tenha gostado. Agora temos outra opção de conexão no Ubuntu 8.10, breve falarei dela também.

    Valeu

  3. Daniel disse:

    Muito bom seu passo a passo!!
    Voce teria um assim para o mesmo modem da BRT no computador Asus eee com Ubbuntu eee???
    Valeu
    Daniel

  4. Diggão disse:

    Olá Daniel! Obrigado pela visita!

    Ainda não tive contato com o Asus EEE ou a referida versão do Ubuntu. Entretanto, acredito que algumas das opções apresentadas aqui podem vir a funcionar no sistema caso o suporte à rede tenha sido mantido e funcione da mesma forma (ou semelhante) que no Ubuntu convencional

    É claro, o passo inicial é verificar se o modem é reconhecido no sistema. Se o for, acredito que a sua configuração não seja muito diferente.

    Mas como disse anteriormente, ainda não tive contato com essa máquina e sistema (apesar de querer muito isso) para saber se, com certeza, é possivel utilizarmos um ou mais procedimentos listados no post.

    Obrigado

  5. Gabriel disse:

    não deu certo! fiz passo a passo mas não deu. Você pode me dizer se tem outra alternativa ou tem alguma restrição? Espero resposta.

  6. diggao disse:

    Olá Gabriel!

    Você pode dar mais informações:

    Qual o modelo do seu modem?
    Qual versão do Ubuntu você está usando?
    Apareceu alguma mensagem de erro?

    Esse é um post já bem antigo. Tanto que, atualmente, toda o serviço de conexão é feito através do network-manager.

    Verifique se o eu modem é reconhecido corretamente e tente usar o network-manager de novo.

    Em alguns casos, o modem pode ser reconhecido como um pen-drive e para resolver isso é necessário instalar um pacote chamado usb-modeswitch para que o mesmo seja reconhecido corretamente.

    Instale esse pacote e veja sefunciona.

Deixe um comentário

Campos marcados com * são obrigatórios Você pode usar essas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Spam Protection by WP-SpamFree

Translate